fbpx
Escolha uma Página

A escolha do gado ideal é bem importante, porque ela pode afetar positiva ou negativamente seus objetivos, sejam eles para criar gado de corte ou de leite. Atualmente, a criação de gado, principalmente bovino, é destaque no setor pecuário brasileiro. De acordo com um relatório feito pela ABIEC (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes), em 2018, o Brasil conta com os maiores rebanhos e produtores de carne bovina e bubalina no mundo, seguido pela Índia e pelos Estados Unidos. 

Sendo assim, sabendo qual será o foco da sua criação, é preciso observar alguns pontos importantes antes de fazer a compra. 

De quem comprar

Há alguns modos de se adquirir gado: através de leilões, diretamente com o produtor, feiras ou pela internet. É importante conversar com o proprietário, conhecer e entender melhor as condições e qualidade do gado, se está com as vacinas em dia, se foi desparasitado, como são sua alimentação e seus hábitos, bem como negociar os valores. Se necessário, vá até a propriedade e faça você mesmo uma inspeção. 

É bom estar ciente sobre os valores da raça antes de fazer o negócio.

Como escolher

Se você tiver pouca experiência, talvez valha a pena levar alguém mais entendido ou até mesmo um veterinário para a inspeção. É fundamental ver se os animais estão em bom estado e algumas características vão revelar as condições em que se encontram. 

Confira a pelagem, se está brilhante e macia; se há aprumo, que é a dobra dos joelhos e pode prejudicar o animal na locomoção; se o focinho apresenta umidade; se os olhos estão claros e brilhantes; se não há excesso de gordura corporal, de acordo com o peso médio da raça; e se o úbere aparenta estar firme. 

Como proceder após a compra

Transportar e receber os animais é um processo muito estressante para eles, por isso, é preciso pensar na melhor maneira de fazer isso. Contrate um serviço de transporte ou transporte-os você mesmo, no dia combinado com o vendedor.

Depois disso, vai demorar um pouco para que eles se adaptem ao novo local. Pense sempre no bem-estar do gado, deixe água fresca e comida à disposição e deixe-os em um ambiente adequado. Nos dias que seguem, é preciso ficar atento ao seu comportamento e ver como se adaptam à casa nova. Também é fundamental submetê-los a um check up veterinário de rotina.